São Paulo anuncia redução de imposto para produtos essenciais e linha de crédito para o Comércio

O governo de São Paulo anunciou um pacote de medidas para auxiliar o estado a passar por esse momento da pandemia. A partir de abril, o estado irá reduzir o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) da carne, zerá-lo para o leite e abrir uma linha de crédito de R$100 milhões para os setores econômicos mais afetados pela pandemia.


A redução do ICMS da carne será voltada aos pequenos estabelecimentos, como açougues, enquadrados no Simples Nacional, que terão uma redução de 13,3% para 7% na compra para revenda.


O governo pretende destinar R$50 milhões de linha de crédito a juros baixos e com carência estendida para bares e restaurantes por meio do Desenvolve SP. E outros R$50 milhões serão destinados a outros setores afetados, como comércio, academias, salões de beleza, barbearias e eventos, por meio do Banco do Povo.


Outra medida adotada foi a prorrogação da suspensão do corte do fornecimento de água e gás aos setores de comércio e serviço para 30 de abril. Os comércios que não pagaram as contas não terão os nomes negativados e as dívidas poderão ser negociadas em até 12 parcelas sem juros.


6 visualizações0 comentário